A Batalha do Labirinto

Sinopse:

 

**Resenha contém spoilers caso você não tenha lido os anteriores.

 

Livros anteriores:

A Maldição do Titã

 O Mar de Monstros
O Ladrão de Raios


Resenha:

Percy mudou de escola com a ajuda do novo namorado de sua mãe. Lá ele encontra Rachel, sua amiga humana que consegue ver através da névoa, que é uma força sobrenatural que impede que um mortal consiga ver monstros, titãs, deuses e outros seres sobrenaturais.

Após ser atacado por monstros disfarçados de líderes de torcida na sua nova escola, Percy volta para o acampamento.

No acampamento, ele recebe informações sobre um tal Labirinto, que a mitologia grega diz ter sido construído por Dédalo, para o rei Minos.

Durante uma brincadeira no acampamento, Percy e Annabeth encontram uma entrada para o Labirinto. Em seguida descobrem que essa entrada já foi encontrada por Luke, que utilizara para invadir o acampamento com seu exército. Mas o Labirinto possui cresce sozinho, podendo causar loucura ou morte.

Annabeth, filha de Atena, recebe a sua primeira missão.

“Descerás na escuridão do labirinto infinito,
O morto, o traidor e o perdido reerguidos.
Ascenderás ou cairás pelas mãos do rei espectral,
Da criança de Atena, a defesa final.
A destruição virá quando o último suspiro do herói acontecer,
E perderás um amor para algo pior que morrer.”

A missão é encontrar Dédalo e convencê-lo a entregar o “fio de Ariadne”, que é um bússola para viajar no Labirinto sem se perder. Essa bússola os ajudaria a acabar com os planos de Luke, sem cair nas armadilhas do Labirinto.

Para ajudar Annabeth na missão, são enviados Percy, Tyson e Grover.

Além da missão, Grover está sendo julgado pelo Conselho dos Anciões do Casco Fendido, para que ele continue mantendo o seu cargo, será necessário encontrar alguma prova sobre a existência do deus perdido, chamado Pã.

Nem tudo sai como planejado, e para desespero da ciumenta Annabeth, Rachel é mais uma vez de grande ajuda para Percy concluir sua parte da missão.

Luke não apenas lidera o ataque, Cronos para estar assumindo o seu corpo.

No meio da bagunça, Percy ainda precisa encontrar Nico Di Angelo, filho de Hades, com quem vem tendo sonhos estranhos, informando que Nico tem planos de trocar a alma de alguém para que a sua irmã Bianca Di Angelo volte dos mortos.

Esse quarto livro da série é um tornado de informações e aventuras. Finalmente conseguimos perceber o clima entre Percy e Annabeth. Casal mais fofo!  O que eu mais gosto no autor é a maneira como ele surpreende, fugindo do óbvio, sem deixar de nos prender. A leitura vale muito a pena!

deixe seu comentário