A garota do lago

Charlie Donlea

Editora: Faro Editorial

Páginas: 296

Ano: 2017

Sinopse:

ALGUNS LUGARES PARECEM BELOS DEMAIS PARA SEREM TOCADOS PELO HORROR... Summit Lake, uma pequena cidade entre montanhas, é esse tipo de lugar, bucólico e com encantadoras casas dispostas à beira de um longo trecho de água intocada. Duas semanas atrás, a estudante de direito Becca Eckersley foi brutalmente assassinada em uma dessas casas. Filha de um poderoso advogado, Becca estava no auge de sua vida. Atraída instintivamente pela notícia, a repórter Kelsey Castle vai até a cidade para investigar o caso. E LOGO SE ESTABELECE UMA CONEXÃO ÍNTIMA QUANDO UM VIVO CAMINHA NAS MESMAS PEGADAS DOS MORTOS... E enquanto descobre sobre as amizades de Becca, sua vida amorosa e os segredos que ela guardava, a repórter fica cada vez mais convencida de que a verdade sobre o que aconteceu com Becca pode ser a chave para superar as marcas sombrias de seu próprio passado...

Temos uma divisão de parcerias aqui no blog, cada colunista cuida de um número de editoras, recebendo os livros que eles enviam e resenhando para vocês. A Faro Editorial se tornou uma das nossas queridinhas. Ela já foi da Kaka, hoje é da Rê, mas precisei pedir licença para trazer a resenha de hoje. Conheci o autor Charlie Donlea na Bienal do Livro de 2018, uma simpatia. Fui pegar autógrafo dele para a Kaka que já havia lido seus livros e me recomendado DEMAIS. 😄😄Então, antes de começar essa resenha preciso agradecer à Faro por ter descoberto esse ícone do suspense policial, à Kaka por ter me obrigado a ler algo dele e à Rê por me liberar para resenhar ele aqui.

A Garota do Lago foi o primeiro livro publicado pelo autor no Brasil, em 2017. Mas ainda esse mês chegou ao primeiro mais vendido, segundo ranking da Revista Vejo. Li o livro em dois dias, acabei essa semana e corri aqui pra falar dele pra vocês, pois faz jus ao sucesso que têm.

(…) descobrir um segredo jamais é a chave. Descobrir por que um segredo é um segredo é o que leva a algum lugar.

A narrativa é em terceira pessoa, os capítulos alternam entre passado, onde nos são apresentados os fatos que levaram ao assassinato e no presente, que é a chegada de uma repórter na pequena cidade, para realizar uma matéria sobre o ocorrido.

A repórter Kelsey acabou de retornar ao trabalho, após um trauma que a deixou afastada de tudo. Seu chefe não ficou contente pelo retorno, por gostar muito da amiga, achava que ela deveria ficar mais tempo em casa. Em uma tentativa de mantê-la longe do escritório, a envia para cobrir um assassinato em outra cidade. Mas como a excelente profissional que é, Kelsey se envolve na investigação com a polícia e tudo fica ainda mais intenso quando ela se identifica com a vítima.

Becca aparentava ser uma garota normal, mas a verdade é que todos temos segredos e os dela foram o suficiente para que fosse assassinada.

Como sou apaixonada por suspenses policiais e já me sentindo profissional em desvendar os mistérios antes da última página, comecei a deduzir possíveis suspeitos, mas o autor brincou com a minha mente. Voltei as páginas, reli os relatos, só para ter certeza que fui enganada, surpreendida e completamente conquistada por essa escrita.

Não me importo que os demais livros dele já tenham sido resenhados aqui e que vou atrasar as minhas demais leituras, mas PRECISO ler tudo que tenha sido publicado desse homem. 😅🙈 É simplesmente sensacional!

01 Comentário

deixe seu comentário