A paciente silenciosa

Editora: Record

Páginas: 350

Ano: 2019

Sinopse:

Um assassinato, uma verdade oculta. As raízes do silêncio são muito mais profundas do que se pode imaginar. Alicia Berenson escreve um diário para colocar suas ideias em ordem. Ele é tanto uma válvula de escape quanto uma forma de provar ao seu adorado marido que está bem. Ela não consegue suportar conviver com a ideia de que está deixando Gabriel preocupado, de que está lhe causando algum mal. Alicia Berenson tinha 33 anos quando matou seu marido com cinco tiros. E nunca mais disse uma palavra. O psicoterapeuta forense Theo Faber está convencido de que é capaz de tratar Alicia, depois de tantos outros falharem. E, se ela falar, ele será capaz de ouvir a verdade?

(…) a dor é grande, grande demais para ser sentida, então ela é engolida, reprimida, enterrada.

Acho que a maior dificuldade que encontro como leitora hoje é me sentir surpreendida. Há tanta coisa igual ou do mesmo tipo. Então, quando soube que essa história vinha fazendo os leitores de palhaço (no bom sentido), eu decidi ler. Me uni com a Kaka do blog O Reino das Páginas e embarcamos em uma leitura em dupla.

A narrativa te prende e um capítulo vai ligando ao outro, cada vez aumentando mais o mistério. Foi difícil não devorar tudo de uma vez.

Alicia era a principal suspeita do assassinato do marido. Foi encontrada ao lado do corpo, em estado de choque e se recusou a falar. Desconfiados da saúde mental da moça, a justiça resolveu mantê-la presa em um sanatório e foi lá que ela conheceu Theo, um terapeuta obcecado pelo caso e disposto a fazê-la falar.

As coisas se tornaram mais difíceis do que o terapeuta esperava, mas através da pintura, hobby e trabalho anterior de Alicia, nasce uma esperança que ela possa usar a sua arte para se comunicar. Até que surge na história um diário escrito pela prisioneira, com relatos comprometedores que mudaram o rumo da investigação.

Eu costumo ser uma tapada que, acha que entendeu o mistério, mas fica com cara de besta no final. Hahaha Não sou parâmetro quando o assunto é suspense policial, mas pelo que li por aí, esse autor, realmente, conseguiu surpreender. Eu AMEI! Digno de uma série na Netflix.

Recomendo até para quem não é fã do estilo, pois foi uma obra muito bem escrita.

deixe seu comentário