A Última Carta de Amor

Jojo Moyes

Editora: Intrínseca

Páginas: 378

Ano: 2012

Sinopse:

Resenha:

“Como uma pessoa transforma sua vida, de prosaica em algo épico? Com certeza precisa ser corajosa o suficiente para amar, não?” Ellie

Ellie é uma jornalista, em uma das suas pesquisas no arquivo do jornal encontra uma carta, por curiosidade lê e descobre ser de um amor proibido, pela aparência é bem antiga. Por estar em um relacionamento com um homem casado e por se identificar um pouco com a história do casal da carta, Ellie se vê obcecada para encontrar o casal e fazer com que eles se reencontrem.

O livro divide os capítulos entre essa busca de Ellie e em relatar o que realmente aconteceu com Jennifer e B, os amantes da carta.

Jennifer sofreu um acidente de carro em 1960, perdeu a memória. Quando teve alta, voltou para casa, para o marido que ela não se lembrava. Sente que as coisas não estão no devido lugar, mas isso é normal para quem perdeu a memória, certo? Com o passar dos dias lutando para se adaptar, Jennifer começa a encontrar cartas escondidas em suas coisas, cartas destinadas à ela e assinadas por B, são cartas de amor, quando ela já estava casada. A curiosidade faz Jennifer começar a procurar pelo tal “B” e ela descobre que só não estava apaixonada, como estava prestes a largar tudo por ele. Descobre que no seu acidente havia um homem dirigindo, mas ele morreu no acidente.

Nessa busca angustiante a autora nos ensina muito sobre fidelidade, amor, perdas, recomeços… que também auxiliaram Ellie a resolver seus problemas de relacionamento. Eu me envolvi, me identifiquei, chorei, quase morri…rs mas sobrevivi e recomendo a leitura. A autora é incrível! História apaixonante!

deixe seu comentário