Amor e Gelato

Jenna Evans Welch

Editora: Intrínseca

Páginas: 320

Ano: 2017

Sinopse:

Romance para o Verão, fresco e delicioso. Lina foi passar o verão na Toscânia para cumprir o desejo da mãe - conhecer o seu pai, que desapareceu à 16 anos. Mas a descoberta do diário da vida da sua mãe em Itália vai mudar tudo. Vai conhecer um mundo mágico de amores proibidos e um segredo que vai transformar tudo o que ela julgava saber sobre a sua mãe, o seu pai, e até ela própria. Um livro perfeito para todos os fãs de John Green e Rainbow Rowell.

Resenha:

Sabe quando uma história tem todos os elementos que você gosta, e como bônus tem a capa linda? Amor E Gelato tem exatamente tudo que faz meu coração ficar felizinho, apesar de ter alguns momentos tristes, eu praticamente soltava um sorriso daqueles que enche o peito em quase todos os capítulos.

“Mesmo quando perguntam, as pessoas não querem ouvir suas metáforas esquisitas para o luto.” (pág 60)

A história com um dos momentos mais difíceis da vida de Carolina, mas conhecida como Lina. Sua mãe descobriu que tinha câncer em estágio avançado, e em questão de meses ela vem a falecer. Mas antes disso pediu que Lina fosse para Itália morar com seu pai, que até então a garota nunca ouvira falar.

Mas como toda notícia ruim nunca anda sozinha, assim que ela chega em Florença descobre que seu novo lar é simplesmente um cemitério. Na verdade é um memorial para os soldados que morreram da Segunda Guerra Mundial, agora tente explicar isso para uma adolescente que em menos de seis meses viu sua vida virar de ponta cabeça.

O relacionamento dela com Howard seu suposto pai é um desastre total. Seu único pensamento é que no final do verão ela vai voltar para sua vida nos Estados Unidos.

O livro é de uma leveza sem tamanho. Lina é uma garota divertida, sensível e ao mesmo tempo forte.

E essa força que nem mesmo ela conhecia ganha mais intensidade após receber um diário escrito por sua  mãe. Nele está relatado sobre a época em que ela viveu na Itália.

Lina por sua vez espera encontrar respostas de quem era sua mãe, já que todos falam de uma mulher que ela simplesmente não chegou a conhecer. Não que sua mãe fosse totalmente diferente, mas ela nunca conheceu a mulher cheia de paixão e impulsiva, que todos tanto sentem saudades.

A história toda é maravilhosa e bem construída, mas sem dúvida alguma a melhor coisa é o diário. Através dele Lina conhece lugares incríveis.

Fazia muito tempo que um livro não me envolvia desse jeito, de querer fazer parte da história, de estar nos mesmos lugares que a personagem.

Dei varios Google para ver em detalhes os lugares que são descritos. E a única conclusão que cheguei é que preciso conhecer Florença.

“Sim, ouvir a voz dela era o equivalente emocional à água entrando num navio avariado, mas também era bom.” (pág 88)

Outro ponto que me conquistou foi a amizade de Lina com Ren, que garoto fofo. Ao mesmo tempo que eu torcia para os dois ficarem juntos, me sentia feliz por ver como um se sentia à vontade na presença do outro. Tanto que o romance ficava em segundo plano. Eles eram tão leais ao que construíram que todo o resto ficava apagado na imensidão do carinho.

Conhecer a cidade, pelos olhos dos dois foi divertido, ao mesmo tempo que tinha uma aura de romantismo.

Poder chegar ao final do diário e obter as respostas que Lina procurava foi maravilhoso. Ela pode entender os motivos que levaram sua mãe a tomar certas decisões, e ainda através disso conseguiu fazer escolhas melhores.

 

“ Eu estava cercada pelo frio e pela escuridão, mas de repente, bem devagar, não estava mais.” (pág 248)

Amor E Gelato é uma história tão fofinha que após pegar para ler é quase impossível largar o livro antes de chegar ao final.

Sabe quando um livro te abraça? Foi assim que me senti ao chegar na última página.Também é uma ótima sugestão para quem está com ressaca literária, ou então terminou uma leitura mais pesada.

É uma história cheia de aventura, que fala sobre a importância da família, do quanto é importante aproveitar as oportunidades que a vida nos dá, mostra que certas amizades valem mais que laços de sangue. E o principal, se for para Florença tome um Gelato e se puder apaixone-se.

“ Uma vida sem amor é como um ano sem verão.” (pág 308)

E aí, você já leu. Me conta o que achou?

11 Comentários

  1. Le12 abr, 2018Responder
    • Camila Carvallho13 abr, 2018Responder
    • Camila Carvallho13 abr, 2018Responder
    • Camila Carvallho13 abr, 2018Responder
  2. Luna Amil13 abr, 2018Responder
  3. Rafaela14 abr, 2018Responder

deixe seu comentário