As quatro rainhas mortas

Astrid Scholte

Editora: Galera Record

Páginas: 392

Ano: 2019

Sinopse:

Na efervescência de paixões proibidas, segredos e alguns mistérios, o reinado das quatro rainhas de Quadara está ameaçado – resta saber como, e por quem. No continente de Quadara, há séculos quatro rainhas reinam absolutas, cada uma representando o próprio quadrante. Juntas, mas separadas. A decidida Iris fala por Archia, a ilha de terras férteis; a estoica Corra representa a tecnológica Eonia; Marguerite, a mais velha das rainhas, é a soberana de Toria e de seus curiosos habitantes; e Stessa, a mais jovem, é o rosto de Ludia, o quadrante da diversão e da arte. As quatro mulheres dividem o poder, sempre respeitando as Leis das Rainhas, sempre pensando no povo e no melhor para a nação. Mas elas têm segredos, e estes podem ser letais. Tão letais quanto Kelarie Corrington. Aos 17 anos, a toriana é a mais hábil larápia e a melhor mentirosa de Jetée. um distrito de excessos, contrabando e charlatões. O último lugar que Varin, um mensageiro eonista, deveria visitar. Mas ele foi roubado... por Keralie, e a jovem é a única esperança de reaver a mercadoria e manter seu emprego. Um mensageiro nunca pode perder sua encomenda. Para piorar, há coisas muito mais sinistras nos chips de comunicação afanados por Keralie. Algo que pode enredar a larápia e o mensageiro em uma conspiração para assassinar as quatro rainhas de Quadara. Sem opção, os dois resolvem se unir para descobrir o assassino e salvar a própria vida no processo. Quando sua relutante parceria começa a se transformar em algo mais, os dois precisam aprender a confiar um no outro e a superar as diferenças entre quadrantes para viver esse amor. Mas será que uma curiosa toriana e um insensível eonista têm alguma chance?

Essa leitura faz parte das viagens do clube de assinaturas Turista Literário. Estou cada vez mais encantada com as escolhas deles. Os livros não apenas são muito bons, como sempre trazem uma mensagem bacana. Fora os itens sensoriais que vem na malinha que são sempre criativos e úteis. Acho que já sou suspeita. Haha

Preciso confessar que histórias que possuem características fortes de outras me incomodam demais. O povo de Quadara é dividido em quatro reinos e em cada um, a população possui personalidade parecida, só que não ficou claro pra mim como é feita essa divisão. Por exemplo, os filhos nascidos em um determinado reino herdarão as personalidades? Eu e a minha irmã somos muito diferentes, não acho que dividiríamos o mesmo reino em Quadara. Haha Achei essa ideia nada original e mal elaborada no enredo. Por isso eu não amei a leitura, mas que bom que li, pois o restante foi incrível.

Inspirar devagar, expirar devagar. Existe uma entrada, e sempre há uma saída.

Um reino dominado pela falsa aparência, governado por mulheres que escondem grandes segredos. Como o nome da história já diz, as rainhas correm grande perigo.

A narrativa alterna em terceira pessoa quando os capítulos são sobre fatos que aconteceram com as rainhas e em primeira pessoa quando acompanhamos as aventuras de Keralie, que é uma jovem que descobre por acaso sobre os assassinatos e decide entrar no castelo onde vivem as soberanas, pois acredita ter informações valiosas sobre o assassino.

Como essas descobertas a fazem contestar as boas intenções de gente que ela confiava, acaba perdida e sozinha. Seu único apoio é Varin, um mensageiro do reino de quem ela conseguiu as informações, mas também não sabe o quanto pode acreditar nele.

Dentro do castelo, Karalie têm a chance de mudar o rumo da história, sem imaginar o quanto a vida ainda podia a decepcionar.

Uma história sobre não haver limites para a ambição na luta pelo poder e como a maldade pode trazer consequências à altura das suas ações.

As verdadeiras intenções de todos se tornavam nebulosas quando se era rainha.

Fui surpreendida com o desfecho e recomendo muito a leitura.

Acompanhe as demais viagem que fiz pelo clube aqui.

2 Comentários

  1. Nicole Oliveira29 jan, 2020Responder
  2. Wesslley31 maio, 2020Responder

deixe seu comentário