Cage

Andy Collins

Editora: The Gift Box

Páginas: 256

Ano: 2018

Sinopse:

Cage: substantivo: cela, prisão. Verbo: prender, enjaular. Mentiras são fáceis de se dizer, fluem com naturalidade assim como as ondas. Uma após a outra. Consumindo. Afogando. Até que chega em um ponto que você não consegue mais voltar a superfície. É nesse estágio que me encontro. Mas não é fácil ignorar o rosto do único homem que eu amei. Mesmo que esse rosto me atormente. E agora meu castelo de areia será derrubado pelas minhas ondas de mentiras. Não posso fugir. Não posso gritar. Não posso dizer a verdade. Cage está de volta e meu inferno acaba de ganhar um novo significado.

É importante destacar que esse livro é para os de estômago forte e que é impossível você permanecer o mesmo após essa leitura.

(…) não gostará do que vai encontrar quando realmente abrir os olhos.

Andy Collins é conhecida no meio da literatura brasileira, mas eu ainda não havia me aventurado pelas suas história, até me deparar com a capa de Ayra no Instagram da @drikkdesign (ô capista que arrasa). Fui atrás de uma amostra de Ayra na Amazon e fiquei apaixonada pela escrita. Conversando com a autora, ela me explicou que seria melhor ler Cage antes e cá estamos. Cage foi uma leitura sensacional, mesmo sendo um enredo pesado, o aprendizado foi imenso.

Eu sei que ela é capaz de me sentir nesse momento, porque sempre soubemos o que o outro sentia. Sempre foi assim.

Cage e Erin eram adolescentes apaixonados, com promessas e sonhos de uma vida inteira juntos. Até que algo muito grave acontece, os separa e o rapaz sai da cidade.

Anos depois ele está de volta a pedido do pai.

Erin está casada e com filho.

Todos parecem ter seguido o fluxo natural da vida sem ele, mas Cage descobre que o que o afastou do local onde cresceu possui pontas soltas. Ele quer respostas, mas não sabe se descobri-las irá mudar as consequências das escolhas que foram tomadas.

Erin possui segredos e guarda-los não só estava insuportável, como passaram a colocar sua vida em risco.

Era uma mentira, apenas isso. E virou meu verdadeiro pesadelo.

O casal se aproxima de novo e desta vez Cage não está disposto a ficar sem respostas, ainda mais se isso parecer afetar a segurança da sua amada.

Eu nem acreditava mais que ainda tinha um coração, mas bastou apenas um olhar para Erin e descobri o que já sabia mas que não queria aceitar. Meu coração estava ali, bem diante dos meus olhos.

Narrado em primeira pessoa, alternando os capítulos entre os personagens, esse é o tipo de livro que eu recomendo que as pessoas leiam dois capítulos só para “espiar”, pois duvido que qualquer um consiga largar. Andy possui o dom da escrita. É gritante! Ela te prende, te envolve…  senti desespero e necessidade de saber como a história iria terminar.

O enredo se torna policial, violento e sangrento, mas por trazer questões tão reais, me despertaram empatia. É impossível finalizar a leitura sem se sensibilizar.

Nem preciso dizer o quanto estou ansiosa por Ayra, né? Em breve terá resenha aqui.

(…) uma alma quebrada sempre reconhece a outra (…)

Compra essa e mais obras da autora no site da editora: www.thegiftboxbr.com

deixe seu comentário