Casa das Estrelas

Editora: Planeta

Páginas: 144

Ano: 2018

Sinopse:

Um dos maiores sucessos da poesia das últimas décadas, agora de volta ao Brasil Ao longo dos anos, Javier Naranjo, professor e poeta colombiano, coletou definições que seus alunos do curso primário davam a palavras, objetos, ideias, pessoas, lugares e sentimentos. Os pequenos verbetes, reunidos no grande sucesso Casa das estrelas, oscilam entre o poético, o lúdico, o melancólico e o revelador. poesia > É como estar cantando. amor > É quando batem em você e dói muito. guerra > Gente que se mata por um pedaço de terra ou de paz. adulto > Pessoa que, em toda coisa que fala, vem primeiro ela. eternidade > É esperar uma pessoa. tristeza >Tempo. tempo > É um relógio que move e move uma mão até que se cansa.

Sou apaixonada por livros diferentes, principalmente aqueles que me fazem refletir coisas que até então tinham uma opinião concreta, sabe coisa de adulto? Quando alguém te pergunta algo e seu piloto automático é acionado e sua resposta já está pronta na ponta da língua. Agora pensa comigo quantas vezes ao dia você faz isso? E se o assunto tiver relação com questionamentos infantis, é quase certo que você já perdeu a paciência. Digo isso por experiência própria, tenho três filhos em idades diferentes. E sim, eles fazem perguntas o tempo todo, quase tanto quanto respiram, e eles esperam respostas sinceras e não aquelas prontas do tipo “porque sim ou porque não”. E por causa da minha relação com meus filhos e também pelo meu trabalho estar ligado diretamente com crianças aprendi apreciar a naturalidade de suas respostas espontâneas e inusitadas.

Ancião:

É  um homem que fica sentado o dia todo. (Mary Luz Arbeláez, 9 anos)

Homem que morre muito rápido. (Gladys Emilse Vallejo, 9 anos )

É uma coisa muito boa, porque aparecem rugas nas pessoa. ( Juliana María Gomez, 10 anos) (pág. 24)

Casa das Estrelas: O Universo Pelo Olhar da Criança é o trabalho do professor e poeta Javier Naranjo, ao longo de dez anos com crianças em idade entre 3 á 12 anos, sobre como elas veem o universo, e coisas do dia a dia. Ele coletou todas as respostas e resolveu criar um livro que tivesse uma fala simples, mas ao mesmo tempo nos fizesse refletir na grandeza de seus questionamentos.

Ausência: É quando eu morrer. ( Yorlady Rave, 8 anos) (pág. 25)

Javier criou basicamente um dicionário, são perguntas e respostas de A à Z sobre diversos assuntos, entre eles quem é Deus, ou que é amor, suicídio e por aí vai. É incrível perceber como os pequenos enxergam o mundo e coisas que ás vezes passam despercebidas aos adultos, o olhar  da criança capta tudo e cria novas formas e cores.

Meu filho de 7 anos é campeão em respostas espontâneas, uma vez fiz até um post só com as perolas que ele e seu irmão já disseram ao longo desses anos, chega ser gostoso perceber a pureza e sinceridade com que eles enxergam o mundo ao seu redor. Meu desejo é que o mundo e nós adultos não roubem essa ingenuidade deles (olha o lado mãe coruja em ação).

Família:

Lugar onde tem muita discussão e se amam. ( Alejandra Giraldo, 10 anos)

É dormir, se encontrar. ( Leonardo Fabio Duque, 5 anos)

É um encontro de toda a vida. ( Julio César Giraldo, 7 anos) (pág. 62)

A editora Planeta resolveu dar uma repaginada na Casa das Estrelas, e só posso dizer o quanto algo que já era bonito ficou simplesmente maravilhoso. A edição agora é em capa dura e ganhou um tom de azul lindo, como se fosse um céu todo estrelado. As ilustrações por dentro também ganharam cores mais vibrantes, o conjunto todo está maravilhoso.

Tranquilidade: Por exemplo, o papai dizer que vai bater em você e depois dizer que não vai mais. ( Blanca Yuli Henao, 10 anos) ( pág. 132)

Indico a leitura para todas as idades e para todos os tipos de leitores desde os mais ávidos até aqueles que leem ocasionalmente. Deixe a vida  adulta só um pouquinho no modo mudo e venha lembrar como é bom ser criança.

 

2 Comentários

  1. Javier Naranjo18 dez, 2018Responder
  2. Javier Naranjo18 dez, 2018Responder

deixe seu comentário