Escândalos Na Primavera (As Quatro Estações do Amor #4)

Lisa Kleypas

Editora: Arqueiro

Páginas: 224

Ano: 2017

Sinopse:

Daisy Bowman sempre preferiu um bom livro a qualquer baile. Talvez por isso já esteja na terceira temporada de eventos sociais em Londres sem encontrar um marido. Cansado da solteirice da filha, Thomas Bowman lhe dá um ultimato: se não conseguir arranjar logo um pretendente adequado, ela será forçada a se casar com Matthew Swift, seu braço direito na empresa. Daisy está horrorizada com a possibilidade de viver para sempre com alguém tão sério e controlador, tão parecido com seu pai. Mas não admitirá a derrota. Com a ajuda de suas amigas, está decidida a se casar com qualquer um, menos o Sr. Swift. Ela só não contava com o charme inesperado de Matthew nem com a ardente atração que nasce entre os dois. Será que o homem ganancioso de quem se lembrava era apenas fachada e ele na verdade é tão romântico quanto os heróis dos livros que ela lê? Ou, como sua irmã Lillian suspeita, o Sr. Swift é apenas um interesseiro com algum segredo escandaloso muito bem guardado? Fechando com chave de ouro a série As Quatro Estações do Amor, Escândalos Na Primavera é um presente para os leitores de Lisa Kleypas, que podem ter certeza de uma coisa: embora as estações do ano sempre terminem, a amizade desse quarteto de amigas é eterna.

Definitivamente essa história foi uma grande surpresa. Após Outono e Inverno, eu pensei que Primavera não seria tão bom quanto esses dois livros, mas me enganei profundamente. Daisy com toda a sua doçura, imaginação e perspicácia me emocionou, conquistou e encantou.

“– Daisy – disse Westcliff amavelmente. – A maioria das pessoas não se distingue por grandes feitos, mas por um número infinito de pequenas coisas. Sempre que você faz algo de bom ou faz alguém sorrir, isso dá sentido a sua vida. Nunca duvide de seu valor, minha cara. O mundo seria um lugar triste sem Daisy Bowman.”

Ela sempre sonhou em encontrar um mocinho como os dos livros que ela tanto ama (quem nunca né?), mas a vida é um grande caixinha de surpresas e o destino já havia lhe reservado o seu “mocinho”. Achei essa sacada da Lisa genial, desenvolver um amor entre pessoas que sempre estiveram presentes uma na vida da outra.

“Um livro sempre era uma porta para outro mundo, mais interessante e fantástico do que a realidade. Mas ela finalmente descobrira que a vida podia ser ainda mais maravilhosa do que a fantasia. E que o amor podia encher o mundo real de magia.”

A história aborda a maneira que alguns pais tratavam as filhas naquela época, como se fossem um fardo que precisassem se livrar e por isso obrigavam as mesmas a se casarem sem amor, o que é algo doloroso e triste de ler, mas infelizmente era a realidade.

“Onde há uma vontade forte, não pode haver grandes dificuldades”

O livro também traz momentos emocionantes da amizade entre as Flores Secas, e ouso dizer que a maior mensagem que a Lisa quis passar aos leitores, é de que a amizade é o bem mais precioso que existe. A história traz um romance leve, divertido e regado a mistérios que me intrigaram durante a leitura.

“Quando Swift a cumprimentou por um lançamento perfeito ou quando ela se viu apreciando a visão dele fazendo silenciosamente cálculos, o modo como apertava os olhos e inclinava a cabeça um pouco para o lado… ficou fascinada. Em raras ocasiões a vida real de Daisy era mais divertida do que a vida de fantasia.”

Amo o fato da Lisa focar em outras áreas que contribuem para a valorização da história. Esse é o livro mais engraçado da série e o que mais me fez chorar. A história dessas quatro amigas se encerrou de forma grandiosa e agradeço a Lisa por fazer isso aos leitores.

“O amor deveria ser uma emoção vertiginosa que trazia felicidade. Como nos versos bobos dos cartões do Dia de São Valentim decorados com penas, pinturas e rendas. Mas seu amor por Daisy não era de modo algum assim. Era um sentimento torturante, febril e desolador. Era um vício que não podia ser vencido. Era puro desejo temerário.”

01 Comentário

  1. Marina Mafra07 out, 2019Responder

deixe seu comentário