CapaHarryPottereaOrdemdaFênix

Harry Potter e a Ordem da Fênix

Editora: Rocco

Número de página: 704

Ano: 2003

Sinopse:

**Resenha contém spoilers caso você não tenha lido os anteriores.
 

Resenha:

Voldemort voltou, mas ninguém parece acreditar em Harry. Seus amigos e Dumbledore dizem acreditar, porém deixaram Harry se sentindo completamente sozinho durante as férias na casa dos seus tios. Isso revolta Harry, afinal foi ele quem enfrentou Voldemort no final do ano passado.

“Todos temos luz e trevas dentro de nós. O que nos define é o lado com o qual escolhemos agir.”

Fora do mundo dos bruxos acreditavam ser mais seguro para Harry, mas isso muda quando ele é atacado por 2 dementadores no meio de um parque. Acaba usando o feitiço do patrono para se defender, mesmo sabendo que era proibido fazer magia fora da escola por ainda ser menor.
Após o ataque, Harry é resgatado por um grupo de aurores, que são bruxos que lutam contra bruxos das trevas e levam ele para a sede da Ordem da Fênix, uma sociedade secreta criada por Dumbledore para combater Voldemort no passado, mas devido aos últimos acontecimentos, foi resgatada.
Harry é acusado por realizar magia fora da escola e na presença de trouxas e passa por julgamento, precisa fazer o Ministério acreditar nele. Dumbledore defende Harry, mas tem mantido uma distância dele que Harry não consegue compreender. Quando retorna à escola, percebe que Dumbledore também está enfrentando problemas sérios por não só acreditar em Harry, como por afirmar que o Lord das Trevas realmente está de volta. O Ministro da Magia está decidido a negar a volta do Lord e enche o Profeta Diário, o jornal dos bruxos, de afirmações que vão contra a tudo que Harry e Dumbledore vinham falando.
Dumbledore é afastado dos seus cargos por pregar “mentiras”, segundo o Ministério e Dolores Umbridge, uma bruxa de confiança do Ministro da Magia, assume a direção de Hogwarts. Com ela chegam novas regras e castigos rigorosos. Os alunos passam a aprender magia na teoria, alegando não haver motivos para se preocuparem em se defender.
Revoltados, Harry, Ron e Mione reúnem alguns alunos e escondidos, passam a aprender a se defender. Harry pela necessidade, sabia muito sobre o assunto e tinha muito pra ensiná-los.
Começa uma grande guerra entre os que acreditam e os que não acreditam no retorno de Voldemort. Enquanto Voldemort se fortalece, junto com seus comensais de morte, que causam muitos estragos, tirando vidas inocentes e tramando para fazer o que deveria ter feito muito antes, tirar a vida de Harry, mostrar que nada poderia detê-lo e dominar o mundo dos bruxos, trazendo dor e trevas.
Harry não queria mais que todos acreditassem nele, queria apenas impedir os planos de Voldemort e nessa luta ele entendeu que até mesmo dele, que já havia perdido tanto, poderia ser tirado muito mais.
Esse é o livro que eu mais achei completo da saga, traz tudo de forma detalhada. E em meio a tanta guerra, Hermione encontra espaço para lutar pela liberdade dos elfos domésticos, ela não se conforma com a situação dos pequenos. Tudo começa a criar forma e fazer sentido, mas o que eu não sabia quando acabei a leitura, era que os segredos e mistérios estavam apenas começando. Meu conselho é que você não acabe de ler esse quinto livro, sem o sexto em mãos!rs

Compartilhe!