Mais que um olhar

Renata R. Corrêa

Editora: Coerência

Páginas: 206

Ano: 2019

Sinopse:

Victória descobre, ainda muito jovem, que tem uma grave doença oftalmológica degenerativa que a deixará cega. Ela precisará aprender a se readaptar à sua nova realidade e ainda enfrentará outros dramas pessoais, questionando inclusive seus sentimentos pelo noivo, após se sentir atraída por um outro rapaz. Na busca por si mesma, pela aceitação de que o destino às vezes é cruel e implacável, Victória perceberá que é muito mais forte do que um dia imaginou. Prepare-se para se emocionar com uma história sensível, dramática e sensual, sobre superação e amor.

Nada me assustava mais na literatura do que histórias sobre doenças graves. Estar na cabeça de alguém limitado, onde não fossem ocultados as suas emoções, me apavorava. Mas desde que arrisquei ler alguns, me vi aprendendo sobre diferentes realidades e percebi que mudei a minha atitude diante de outras deficiências. A conscientização das doenças não ajuda apenas quem convive, mas ensina os demais a melhorar a vida de quem precisa de cuidados especiais. Passei a caçar leituras assim, mas essa que vou falar hoje, o destino trouxe pra mim.😊

A autora me procurou para parceria e me deixou extremamente curiosa por também ser médica oftalmologista, já que a história traria uma personagem com deficiência visual.

Eu sabia que seria o meu tipo de livro. 😄

Não podemos escapar das coisas ruins que podem nos acontecer, entretanto podemos fazer disso o que quisermos. Não é apenas um olhar que define quem sou, nem quem ninguém é.

Victória carrega esse nome por um significado lindo e que a faz admirar ainda mais a sua mãe e melhor amiga.

Noiva e no auge da carreira, vê seu mundo desabar ao receber o diagnóstico de uma doença que a fará perder a visão em um tempo não determinado, já que a doença pode evoluir de diferentes maneiras.

No primeiro momento ela já quis procurar mais sobre a doença e se surpreendeu ao encontrar pessoas com qualidade de vida após o diagnóstico. Conheceu uma ONG para deficientes visuais de maneira geral, onde ouviu vários tipos de histórias. Foi um escape, uma esperança.

Como a vida não parece dar uma trégua, não foi apenas uma fase de conhecimento e aceitação do seu futuro, Vic teve a sua estrutura desmontada por fatalidades e teria sido muito mais difícil se ela não tivesse encontrado apoio em amigos que ganhou após descobrir a sua nova realidade.

… era como se assistisse à minha própria vida, sem vivê-la realmente.

Essa não é uma história feliz, mas é muito humana e conseguiu mudar a forma como eu vejo o mundo. Irônico uma história sobre cegueira mudar a visão, não acham? Mas compreendi que diante da necessidade, usamos os sentidos que temos.

Quando tudo se complica demais, é normal temermos o que nos aguarda. Mas a vida dá um jeito de nos mostrar que sempre haverá uma maneira de recomeçar.

Em uma escrita leve a autora trouxe uma experiência dramática e cruel. Mas a história não termina antes de nos deixar a mensagem que se adaptar com o que a vida nos traz e continuar vivendo é a melhor forma de superação e torna qualquer rotina mais fácil.

Agradeço imensamente a confiança no meu trabalho, Re. Espero que continue trazendo histórias com essa bagagem linda. ❤

Acompanhem o trabalho da autora: Linktree | Site | Facebook | Instagram | Amazon | Blog

01 Comentário

deixe seu comentário