Nossa música

Dani Atkins

Editora: Arqueiro

Páginas: 368

Ano: 2017

Sinopse:

“Uma visão fascinante sobre amizade, família e a fragilidade da vida.” – The Lady “Para quem algum dia já imaginou o que teria acontecido com seu primeiro amor ou com aquele que você deixou escapar, esta história vai falar direto ao coração. É dolorosamente brilhante.” – The Sun Ally e Charlotte poderiam ter sido grandes amigas se David nunca tivesse entrado em suas vidas. Mas ele entrou e, depois de ser o primeiro grande amor (e também a primeira grande desilusão) de Ally, casou-se com Charlotte. Oito anos depois do último encontro, o que Ally menos deseja é rever o ex e sua bela esposa. Porém, o destino tem planos diferentes e, ao longo de uma noite decisiva, as duas mulheres se reencontram na sala de espera de um hospital, temendo pela vida de seus maridos. Diante de incertezas que achavam ter vencido, elas precisarão repensar antigas decisões e superar o passado para salvar aqueles que amam. Com a delicadeza tão presente em seus livros, Dani Atkins mais uma vez nos traz uma história de emoções à flor da pele, um drama familiar comovente que não deixará nenhum leitor indiferente.

Resenha:

Pareceu haver um motivo para que estivéssemos todos ali, naquela noite, naquele lugar. Pessoas precisavam ser curadas, e não por médicos e enfermeiros, mas por nós. E a cura estava acontecendo naquele instante. (Página 268)

Dizem que o primeiro amor a gente nunca esquece. Não uma paixonite da adolescência, um encanto na escola, mas amor. A primeira vez que sentimos esse sentimento novo, único e arrebatador envolvendo nossos corações, mudando nossas vidas, nossos caminhos e nossa percepção da realidade.

A história narra a vida de duas mulheres; Ally e Charlotte, que por um triste acaso do destino se apaixonaram justamente pelo mesmo homem; David. Mas não ao mesmo tempo. Ele foi o primeiro grande amor de Ally, o homem que derreteu todas as camadas protetoras do coração de nossa jovem musicista há anos atrás, porém casou-se com Charlotte.

Era Joe que deveria ocupar os meus pensamentos, concentrar toda a minha energia, ninguém mais. No entanto, David e tudo o que acontecera entre nós corriam como um veio de minério através da rocha sólida do meu casamento. (Página 91)

Ally e David se conheceram na faculdade, duas pessoas completamente diferentes. Personalidades incompatíveis, classes econômicas distintas, mas nada foi empecilho para que entre os dois surgisse um amor tão único e puro, que era nítido a qualquer um que os conhecia.

Mas a vida às vezes prega algumas peças, Charlotte apareceu e o amor único entre Ally e David não foi forte o suficiente para vencer essa barreira. Dizem que algumas pessoas são destinadas a outras, e demore o tempo que for, ficarão juntas.

Após oito anos desde o último encontro entre eles, Ally jamais iria esperar encontrar David e sua bela esposa Charlotte. Mas a vida tem dessas coisas, em uma fatídica noite de inverno, bem próxima as comemorações natalinas, essas duas mulheres se esbarram na sala de espera de um hospital.

Eu gostava de matemática, sempre gostara, mas nem eu seria capaz de montar um cálculo que desse conta da probabilidade de me encontrar dividindo a sala de espera de um hospital com a mulher que era dona de uma parte do coração do meu marido, uma parte que eu nunca conseguira conquistar. (Página 58)

O destino, a vida, ou uma simples piada cósmica de mau gosto, juntou essas mulheres em um hospital por causa de seus maridos. Cada um deles sofreu um acidente distinto e se encontram em estado de vida ou morte em uma maca hospitalar. Para salvar aqueles que amam, elas precisarão reconsiderar e superar o passado. Com o espírito da morte rondando entre elas, não existe tempo nem forças para desavenças antigas.

Parece que algo, como um arame farpado invisível, nos mantém amarrados todos juntos. Você acha que já passou, acha que está livre, mas se correr muito na direção oposta… bem, ele corta você. (Página 292)

Um drama que tocará no coração de qualquer leitor, é impossível não se sentir dentro da história, chorando e sofrendo com os personagens. Todas aquelas emoções que muitas das vezes reprimimos, estarão à flor da pele e sairão em forma de lágrimas com esse livro. Dani Atkins criou uma história que choca e destrói o coração, faz o leitor refletir e pensar em todas as decisões que já tomou e que irá tomar daqui pra frente.

Existe uma necessidade de união quando algo tenebroso se aproxima. Mas, às vezes, não importa quantas pessoas amadas estejam ao nosso lado, o golpe derruba você. (Página 349)

Eu sofri em cada página desse livro, mas amei com uma intensidade ainda maior. Ally e Charlotte entraram em meu coração e me fizeram questionar sobre a fragilidade da vida. Indico a todos os adoradores de um bom drama com pitadas pequenas de romance.

E quem aqui já leu também chorou como se toda a água do corpo estivesse saindo pelos olhos? haha me contem.

7 Comentários

  1. Marina Mafra16 nov, 2017Responder
  2. Le17 nov, 2017Responder
  3. Nessa17 nov, 2017Responder
  4. Livrosda.Ray27 nov, 2017Responder

deixe seu comentário