Preciso saber

Karen Cleveland

Editora: Planeta

Páginas: 300

Ano: 2018

Sinopse:

O thriller do ano: uma analista da CIA deverá escolher entre o amor de sua família e o juramento feito a seu país. Vivian Miller é uma agente do departamento de contrainteligência da CIA, e sua tarefa é desvendar células infiltradas de inimigos russos em solo americano. A dedicada analista está muito próxima de receber a tão esperada promoção, depois de desenvolver um método revolucionário para ajudar na identificação de agentes secretos da Rússia. Ao conseguir acesso ao computador de um potencial agente russo, Vivian descobre uma pasta de conteúdo altamente confidencial: os inimigos estariam, de fato, vivendo em pleno solo dos Estados Unidos, passando-se por cidadãos comuns. Clique após clique, no entanto, Vivian se depara com uma verdade de consequências avassaladoras, capaz de colocar em xeque tudo o que ela mais ama. Entre a promessa de defender seu país e o desejo de proteger sua família, Vivian é uma mulher dividida. Terá, enfim, de decidir entre a lealdade e o amor? E, diante de uma escolha como essa, em quem ela pode confiar?

Resenha:

Na segunda semana de março, fui surpreendida com um pacote da Editora Planeta, com um envelope pardo escrito Confidencial e junto dele, o livro Preciso Saber. Imaginem minha cara de felizinha ao perceber que se tratava de uma prova antecipada. Juro, me senti tão importante. Fica aqui o meu agradecimento à Planeta por todo esse carinho, isso só aumenta o meu amor por vocês.

“E quando fui me deitar para dormir naquela noite, sabia que tinha conhecido o homem com quem ia me casar.” (Página 38)

Preciso Saber conta a história angustiante de uma agente da CIA, que teve a infelicidade de ser muito boa em seu trabalho.

Vivian é casada há mais de dez anos, com o homem dos seus sonhos. Matt apoia todos os planos de sua esposa, e cuida dos quatro filhos do casal praticamente em tempo integral, já que o trabalho de Vivian exige muito de seu tempo.

Apesar dos dois se amarem e amarem a família linda que construíram ao longo desses anos, eles tem sérios problemas financeiros, e para piorar um de seus filhos tem uma doença cardíaca. O que sempre pesou na hora de Vivian decidir deixar seu emprego, afinal o plano de saúde da empresa era o que ajudava.

Vivian estava focada em seu último trabalho, que basicamente era achar espiões russos adormecidos em solo americano. Sua última pista era o computador de um russo, que aparentemente não tinha nada de importante. Até que ela encontra uma pasta chamada AMIGOS, e para sua total surpresa, e terror nesta pasta continha cinco fotos, mas uma delas fez o mundo da nossa agente desmoronar feito um castelo de cartas, era Matt. Seu marido era um dos “amigos”. No desespero ela rapidamente apaga todas as evidências e vai para casa.

Quando encontra Matt, a primeira coisa que ela faz é confrontá-lo. Em contrapartida, ele apenas mexe a cabeça confirmando todos os medos da nossa agente.

Nesse momento me senti dentro de um filme, onde a personagem tem revelações bombásticas e a outra pessoa foi encurralada, mas ao contrário do que se é esperado, Matt não tenta mentir ou criar desculpas para se safar, ele apenas quer que Vivian acredite que o amor dele é real. Mas minha gente, como assim? O cara é um agente russo, como ela poderia acreditar nele? Toda a sua história de amor havia sido construída em cima de uma grande mentira.

“Nada nessa história foi uma coincidência. Eu era o alvo do Matt.” (Página 45)

Após a grande revelação, tudo gira em torno da decisão de Vivian denunciar seu esposo. Mas acredite, a história começa pegar fogo a partir disso. Ela é uma agente comprometida com seu trabalho, mais que isso, ela é fiel ao seu país, o que só aumenta seu sentimento de culpa por ter se casado com um inimigo. Mas ele era seu Matt, como ela poderia simplesmente apagar dez anos de sua vida, pegar seus filhos e dizer “crianças, esqueçam o papai, ele é uma farsa”?

Todos os seus sentimentos ficam embaraçados por essa grande mentira, e quanto mais ela tenta, mais fica enfiada nesse grande problema.

O livro é narrado em primeira pessoa pela própria Vivian, mas conta com vários flashbacks, o que é ótimo porque traz o leitor para dentro da história. Conseguimos ver como tudo começou, quais foram as situações que trouxeram os dois para o atual momento.

Fiquei sufocada por diversas vezes com a história que autora criou, tanto que dei uma parada na leitura e só retornei semanas depois.

Como mãe, me coloquei no lugar de Vivian, e apesar de odiar algumas decisões que ela tomou, provavelmente teria feito a mesma coisa se estivesse em seu lugar. Ela errou em diversos momentos, e a maioria por besteira, mesmo assim, foi impossível não criar empatia. Minha vontade era de resgatar a família toda, da grande bagunça que virou as suas vidas.

“É como se tivéssemos desviado de uma bala, mas inexplicavelmente, de algum maneira, estou sangrando.” (Página 79)

Matt foi o personagem que mais gostei, justamente porque tive diversos sentimentos por ele. Assim que descobri que ele era russo tive vontade de bater nele, mas então li como ele entrou nisso tudo, e tive vontade de segurá-lo no colo.  E essa vibe de amor e ódio se manteve praticamente o livro todo. Mas ele ganhou alguns pontos positivos a mais, justamente porque ele era o que conseguia pensar com calma e não agir no calor do momento, como a Vivian.

Os filhos do casal são uma fofura, acredito que eles foram o respiro que autora conseguiu dar para a leitura não ficar tão massacrante.

“Ele olha para mim como se eu fosse paranoica, maluca, como se nada disso fizesse sentido, mas eu não dou a mínima para ele.” (Página 143)

Definitivamente Preciso Saber é um thriller que vai mexer com todos os seus nervos. Meu psicológico ficou mexido por diversas vezes.

A autora Karen Cleveland acertou em cheio na sua estreia. O nome do livro não poderia ser outro, pois a todo momento  me via repetindo “preciso saber, preciso saber”.

Não posso dizer com toda certeza, mas o final do livro ficou com aquela sensação de que tem mais coisas a serem contadas. Oremos juntos por uma continuação.

É um livro cheio de ação e reviravoltas, um prato cheio para quem ama o gênero. É aquela leitura que te prende do inicio ao fim.

Agora a melhor notícia é que essa história incrível vai virar filme, pensem na minha ansiedade em ver tudo retratato do jeitinho que imaginei na minha cabeça.

Recomendo que leiam essa obra maravilhosa antes do lançamento do filme, até porque o livro sempre conta com mais detalhes, e acreditem nesse caso todo detalhe é essencial.

E aí, alguém já leu? Me conta o que achou.

8 Comentários

  1. Marina Mafra03 maio, 2018Responder
    • Camila Carvalho03 maio, 2018Responder
  2. Luciana Souza03 maio, 2018Responder
    • Camila Carvalho03 maio, 2018Responder
  3. Kalyne Lauren07 maio, 2018Responder
    • Camila Carvalho07 maio, 2018Responder
  4. Sâmela Faria10 maio, 2018Responder
  5. 11 maio, 2018Responder

deixe seu comentário