SEM CANÇÃO

Naiara Aimee

Editora: Amazon

Páginas: 182

Ano: 2018

Sinopse:

Erin Albuquerque é uma jornalista, independente, com um futuro brilhante e um temperamento agradável. Só há uma pequena peculiaridade: ao contrário da maioria das pessoas, ela não é grande apreciadora de música. Quando Gabriel Arantes se muda para o apartamento ao lado, Erin passa a detestar o novo vizinho que parece ter prazer em aborrecê-la com o som do seu violão. O que ela sequer imagina é que terá de lidar com essa nova situação por um longo período, pois Gabriel está longe de cessar seus acordes e deixá-la no conforto de seu silêncio.

“Se pudesse, eu viveria num mundo silencioso. (…) Nada me é mais prazeroso que a deliciosa quietude na qual possa ouvir meus próprios pensamentos.”

(Capítulo 1)

Alguém consegue imaginar a vida sem música?

Não sou profissional da área, não sei tocar nenhum instrumento e minha voz definitivamente não foi feita para o canto, mas a ideia de que existem pessoas que não apreciam absolutamente nada dessa arte, para mim, é inconcebível.

Música é minha grande paixão depois dos livros e deparar-me com a protagonista de uma história que afirma que ela nada mais é do que um “incômodo barulho” e que o silêncio é preferível, foi uma grande surpresa.

“— Sabe o que é legal na música? (…) É que ela pode até ser feita com um propósito, mas, quando é jogada ao mundo, podemos fazer diferentes interpretações dela.”

(Capítulo 8)

Naiara Aimee é autora nacional conhecida por escrever romances de época e sou fã de carteirinha. Foi uma novidade interessante e muito bem vinda saber que ela decidiu se aventurar em uma trama contemporânea.

Sem Canção é seu lançamento mais recente e o que posso dizer é que é um dos escritos mais encantadores de sua autoria.

Com uma narrativa leve e capítulos alternando o ponto de vista dos protagonistas, somos levados a viajar na história de um moço que respira música e uma moça que quer distância dela.

“Infelizmente, nem sempre é possível se dedicar inteiramente aos sonhos, ainda mais quando algo abala grandemente suas estruturas.”

(Capítulo 4)

Em seus livros a autora cria personagens femininas admiráveis, batalhadoras, de personalidade forte e a Erin, nossa protagonista, não foge à regra. É uma mulher independente, que ralou muito pra chegar aonde chegou. Uma jornalista jovem e respeitada, com ambições profissionais e um foco invejável. Personagem cativante e bem inspiradora. Seu único defeito, em meu ponto de vista, é definitivamente não gostar de música. 😛

Gabe, diferente da Erin, não trabalha no que sempre sonhou e seguiu por um caminho que ele julgou ser o certo diante de uma grande perda que sofreu anos antes. É um dos personagens mais doces e incríveis criados por alguém. Música é algo vital para o Gabe e ele não conseguiu se afastar totalmente dela, então, nas horas vagas, é sua melhor companhia.

Erin e Gabe. Dois extremos opostos quando o assunto é essa arte que tanto amo. Vizinhos! A história da dica de leitura de hoje gira em torno da interação dessas personagens que vieram para mostrar que – e como diria o poeta Fernando Anitelli“Os opostos se distraem. Os dispostos se atraem”.

“Você invadir o meu silêncio foi o melhor caos que já me aconteceu.”

(Epílogo)

O primeiro contato, a química inegável, o anseio em conhecer cada canto da vida um do outro, as descobertas, o carinho e toda aquela parte gostosa de quando nos apaixonamos. E, depois, os segredos que o coração guarda, os acontecimentos passados e as consequências deles, momentos em que o leitor dá uma pausa na leitura para respirar e segurar a emoção, porque, se tem uma coisa que a Naiara Aimee faz, é mexer com nossos sentimentos.

Uma das coisas que mais amei nesse livro foi o final nada clichê. Um desfecho que, durante a leitura eu ansiava, e foi perfeito! Não é o que a maioria das pessoas espera, mas diante de tudo o que as personagens viveram, em especial o Gabe, foi o rumo mais certo que a autora poderia dar à história.

Muito mais do que o romance, Naiara sempre traz algum tema importante em seus escritos. Sem Canção aborda a questão da violência contra a mulher a partir de uma situação de assédio vivida pela personagem Erin. Algo bem atual e interessante de ser discutido.

Temos outros títulos da autora aqui no Resenhando. Clique aqui para conhecer Tudo o que Mais Importa e aqui para Como Nunca Imaginei.

Agradeço a confiança da Naiara por essa parceria incrível que tem me proporcionado momentos deliciosos de leitura. Ansiosa pelo próximo livro!

2 Comentários

  1. Marina Mafra02 fev, 2019Responder
  2. Naiara Aimee03 fev, 2019Responder

deixe seu comentário