capa-livro-teorema-de-katherine

O Teorema de Katherine

Editora: Intrínseca

Número de página: 304

Ano: 2013

Livro O Teorema de Katherine

Sinopse:

Se o assunto é relacionamento, o tipo de garota de Colin Singleton tem nome: Katherine. E em se tratando de Colin e Katherines, o desfecho é sempre o mesmo: ele leva o fora. Já aconteceu muito. Dezenove vezes, para ser exato. Depois do mais recente e traumático término, ele resolve cair na estrada. Dirigindo o Rabecão de Satã, com seu caderninho de anotações no bolso e um melhor amigo bem fora de forma no banco do carona, o ex-garoto prodígio, viciado em anagramas e PhD em levar pés na bunda, descobre sua verdadeira missão: elaborar e comprovar o Teorema Fundamental da Previsibilidade das Katherines, que tornará possível antever, através da linguagem universal da matemática, o desfecho de qualquer relacionamento antes mesmo que as duas pessoas se conheçam. Uma descoberta que vai mudar para sempre a história amorosa do mundo, vai vingar séculos de injusta vantagem entre Terminantes e Terminados e, enfim, elevará Colin Singleton diretamente ao distinto posto de gênio da humanidade. Também, é claro, vai ajudá-lo a reconquistar sua garota. Ou, pelo menos, é isso o que ele espera.

Resenha:

Livro O Teorema de Katherine

Eu sou um fracasso total, caso não tenha reparado. Estou em fim de carreira, sou um ex. Ex-namorado da Katherine XIX. Ex-prodígio. Ex-cheio de potencial. Atualmente cheio de merda.

Deu saudade do meu favorito John Green e resolvi ler o último livro que faltava dele na minha coleção.

Em Teorema de Katherine, Colin acabou de se formar no ensino médio e perder a namorada. Então, resolve afogar as mágoas com seu melhor amigo, Hassan. Partem para uma viagem sem destino certo e os pais de Colin só permitiram, pois garantiram que arranjariam um emprego temporário na viagem, só não faziam ideia de como fariam isso.

A saudade o mantinha mais desperto que o café.

Livro O Teorema de Katherine

Em uma das paradas que fizeram, conheceram Lindsey. Elas os mostrou a cidade, apresentou seus amigos e quando sua mãe, Hollis, os conheceu, se encantou com dois. Deixou que eles ficassem hospedados na casa delas e ainda arranjou um emprego para os dois na fábrica da família. Um trabalho tranquilo, tiveram que entrevistar trabalhadores aposentados da empresa junto com Lindsey.

“Pra início de conversa, aquela fábrica tem um plano de pensão bom demais da conta. Tô aposentada há trinta anos e a Hollis Wells ainda paga minhas fraldas. É isso mesmo, eu uso fralda! Eu me mijo toda quando rio” – ela disse toda alegrinha e, em seguida, riu de se acabar, o que foi preocupante.

Livro O Teorema de Katherine

O emprego garantiu a permanência deles por mais tempo na viagem. Hassan, que era super religioso, provou bebida alcoólica e descobriu os prazeres do beijo na boca. Colin ainda pensava em Katherine, mas estava gostando de estar lá. Se distraía e ainda tinha tempo para de trabalhar no seu teorema. Acreditava que quando finalizasse, saberia prever o futuro de qualquer relacionamento.

Colin não queria que aquilo acabasse, porque sabia que a ausência dela doeria mais que o fim do namoro.

Lindsey era falante, engraçada, típica amiga de interior, sotaque arrastado e não pensava em sair da cidade, sua ideia era viver lá para sempre. Ela se interessou em ajudar Colin a resolver o teorema e isso os aproxima. Os três criaram uma amizade muito especial. Entre um trabalho e outro eles exploravam mais a cidade e se metiam em confusões.

Só o que eu quero é voar abaixo do radar, porque quando cê começa a chamar muita atenção, é aí que cê é derrubado. Quanto mais em evidência cê fica, pior é a sua vida.

Livro O Teorema de Katherine

Colin precisava resolver o teorema e reconquistar Katherine XIX. Ele estava prestes à descobrir que ser importante para alguém não tinha muito a ver com o seu nível de inteligência, não saber resolver algo o deixava completamente frustrado, mas na matemática da vida, nem sempre o resultado do futuro pode ser previsível.

O passado… é uma história que segue uma lógica. É uma percepção do que aconteceu. Já o futuro, como ainda não é lembrança, não precisa fazer nenhum… sentido.

Colin traz àquela identidade de todo protagonista do Green… não consegue enxergar seu valor, atrapalhado, carismático e apaixonante. Cômico ao mesmo tempo que triste e previsível ao mesmo tempo que surpreendente. Esse autor tem o dom de despertar em mim as mais diversas sensações e uma vontade imensa de entrar na história e roubar o protagonista pra mim. Recomendo a leitura para os fãs de romances fofos, engraçadinhos… e para todos, pois é injusto viver uma vida sem conhecer o Colin!rs Leitura curtinha e leve! Leiam! Por favor!rs

Livro O Teorema de Katherine

Compartilhe!

error: Content is protected !!