A lista de convidados

Lucy Foley

Editora: Intrínseca

Páginas: 304

Ano: 2021

Sinopse:

Em uma ilha afastada na costa da Irlanda, convidados se reúnem para celebrar uma união de dar inveja. O noivo, bonito e charmoso, é uma estrela de TV em ascensão. A noiva, elegante e ambiciosa, é editora da própria revista. A festa de casamento é um reflexo de suas personalidades: vestido e terno de grife, localização remota e exclusiva, decoração luxuosa, uísque da melhor qualidade. Tudo rigorosamente planejado. Mas a perfeição só existe mesmo nos planos. E o perigo mora nos detalhes. À medida que as garrafas de champanhe estouram e a festa avança, o ressentimento e a inveja começam a se sobrepor à alegria e aos votos de felicidade. E então uma tempestade desaba com fúria sobre a ilha, e esse é só mais um motivo para abalar os ânimos já alterados. Depois de uma abrupta queda de luz no meio da festa, a garçonete anunciaaos convidados que um corpo foi encontrado. Isolados e aguardando a chegada da polícia, apenas uma coisa é certa: o assassino é uma das pessoas presentes no evento.

O livro conta a história do casamento de um casal modelo. O noivo era famoso devido a um programa de televisão e a noiva, uma blogueira de sucesso. Tudo foi programado em uma ilha, com todo luxo envolvido. Convidados exclusivos e muito empolgados com o casamento. Mas de perto as coisas ficam mais claras e com os capítulos sendo alternados em primeira pessoa, por personagens que participaram de alguma maneira da cerimônia, começamos a descobrir que nada ali era o que parecia. Durante a festa um corpo foi encontrado e o número de suspeitos não era pequeno.

Achei a narrativa cansativa. Ela vai para o dia da festa e volta para os convidados se preparando para a viagem, enquanto lembravam de momentos que começam a mostrar os possíveis motivos para o assassinato. Foi bem enrolado, as coisas só acontecem mesmo nos últimos capítulos e quando descobri o que aconteceu, não me senti surpreendida, mas enganada. Por amar esse estilo de livro, me torno uma Sherlock e vou juntando os fatos para tentar desvendar o crime. Nessa leitura, fatos foram omitidos, mas como os capítulos foram narrados em primeira pessoa, eu entrei na cabeça das personagens, compreendendo suas razões e emoções. Não esperava o final, mas não gostei da forma como ele foi apresentado. Talvez em uma narrativa em terceira pessoa não tivesse esperado tanta sinceridade nas descrições e aceitasse melhor.

O livro foi enviado em primeira mão para os assinantes do clube Intrínsecos em fevereiro (na foto está o kit que recebemos), mas já está em pré-venda na Amazon com a capa comercial (que é a imagem do postal em cima do livro). Ele fez bastante sucesso fora do Brasil, sendo até escolhido para leitura do @reesesbookclub.

Recomendo que leiam e tirem suas conclusões. 😁❤

Acompanhe os meus posts sobre o clube no ig @intrinsecospormarina.

Veja mais fotos e vídeos do que veio na caixinha clicando aqui.

deixe seu comentário