Carta para Filho da P*!4

Fico imaginando como estará hoje…

Sobrecarregado? Provavelmente.

Falido? Com certeza.

Ainda apaixonado? Talvez.

Ela já está desgastante?

Já começou a ter dúvidas se está bem nessa situação?

Já começou a mentir para ela?

Mentir foi muito pesado? Me desculpe. Então, já começou a omitir coisas para não afetar o relacionamento de vocês? Afinal, não são coisas importantes. Ela não precisa se preocupar a toa, não é mesmo?

Já apareceu alguém com potencial para substituí-la? Alguém que te faça pensar em como as coisas seriam diferentes, mais simples, mais fáceis?

Quanto tempo será que vai levar para ela perceber que só faz parte do seu círculo vicioso? Que em breve vai se tornar mais um dos seus traumas e arrependimentos?

Quanto tempo até você descarta-la como lixo, por ter mudado de opinião e querer coisas diferentes? Coisas que não envolvem vocês, mas apenas você “seguindo em frente”?

Em breve ela vai descobrir que nunca poderia ter te ajudado, pois você nunca quis isso. Sua vida se baseia em buscar arrependimentos, mesmo que os extraindo de pessoas incríveis que você até diz ter amado.

Talvez ela sofra por algum tempo acreditando ter perdido algo valioso. Você tem o dom de aparentar ser especial. Mas o tempo vai começar a clarear as coisas. Suas palavras ainda serão lembradas, mas só como certificado do quanto eram mentirosas. Vai perceber o peso do qual foi livrada, que está muito além do que você a transformou na sua vida. Pois você sim é um peso real, do tipo que suga de nós toda gota de amor próprio, nos deixando no chão e simplesmente seguindo em frente depois.

O que importa como estamos nos sentindo, desde que você pense que está fazendo a coisa certa?

Mas eu também preciso te agradecer.

Obrigada por me ensinar a nunca mais confiar que posso ser o suficiente para alguém. Por me fazer duvidar de tudo e todos até que me provem o contrário. Se não tivesse me destruído, jamais teria descoberto que sou capaz de renascer sozinha e perceber que a vida pode ser realmente maravilhosa e leve, desde que você não esteja nela.

Espero que sufoque nas suas mentiras.

 

27 de novembro de 2020

deixe seu comentário