Ninguém é de ninguém

Zibia Gasparetto, Lucius

Editora: Vida & Consciência

Páginas: 411

Ano: 2017

Sinopse:

Há quem pense que sentir ciúme é prova de amor ardente, até descobrir que esse sentimento é capaz de transformar a vida amorosa em doloroso drama, podendo terminar em amarga separação. Conheça a história de Gabriela e Roberto, em uma trama de amor, ciúme e traição, repleta de surpresas e reviravoltas, no livro mais vendido de Zibia Gasparetto. "Ninguém é de ninguém" narra a história de Roberto, que é casado com Gabriela e pai de dois filhos. Após perder o emprego e a fonte de renda, Roberto passa a maior parte do tempo em casa, enquanto Gabriela, forte e determinada, começa a trabalhar cada vez mais para sustentar a família. Com o passar do tempo, ele sente aflorar em si um ciúme doentio e passa a seguir a esposa, fantasiando um relacionamento entre Gabriela e seu chefe. A desconfiança e a falta de autoestima aprofundam seu desespero, diminuindo, assim, as chances de Roberto retomar sua vida profissional. A desilusão, o ódio e a ambição envolvem os personagens em relacionamentos desgastantes, cheios de arrependimento, tragédias e descobertas. Ninguém é de ninguém resgata acontecimentos oriundos de vidas passadas e mostra que o companheirismo, a dedicação e a confiança são caminhos para uma convivência plena.

Acho que posso dizer que sofria de preconceito literário. Não lia livros espíritas porque acreditava que o conteúdo estava fora das minhas crenças. Mas de uns tempos para cá comecei a ler de tudo e nem sempre os conteúdos e enredos batiam com meu ponto de vista. A @chrysindica vinha me recomendando a editora @vidaeconsciencia e um dia me disse: “esquece a religião, foca no aprendizado”. Hoje falei de Harry Potter aqui e o quanto essa história ficou no meu coração. Quantos ensinamentos guardamos de ficções, fantasias? Ano passado arrisquei ler um espírita e só me arrependo de não ter lido antes. Tem resenha aqui, chama Nada é por acaso.

Hoje quero falar de Ninguém é de ninguém, recomendação da minha tia @cheiladesignerdesobrancelhas.

Eu esperava um romance regado de ciúmes e aprender sobre amor próprio, mas foi tão além que ainda estou tentando absorver.

Tem a sinopse na última foto, é só arrastar. Mas eu quero falar sobre os ensinamentos que vou guardar desse livro. Sempre ouvi a frase “atraimos o que transmitimos” e até usei ela no meu livro, mas isso é muito sério. O quanto somos responsáveis até por quem atraimos para nossas vidas, pois a lei do retorno é real e universal, não tem nada a ver com crença. Se você plantar chuchu, não vai colher morango. O problema é: como saber se estou plantando o que é certo? Esse livro me ensinou que não basta confiar no nosso bom senso. Alguma vez já se enganou feio com alguém em quem confiou? Você sabe do que eu tô falando.

Se gosta de livros de auto ajuda, suspenses espirituais de arrepiar, romances estilo almas gêmeas, fantasia… esse livro tem conteúdo pra todos os gostos. Recomendo do fundo do meu coração essa leitura. Gostaria que ele fosse vendido sem capa, sem autor e editora, pra que preconceitos não afetassem ninguém de receber o TANTO que essa história pode mudar para melhor a forma de encarar a vida.

Quem faz terapia já se deparou com a questão de que somos culpados por tudo que nos acontece. Esse livro esfrega isso na sua cara, mas de um jeito que te faz pensar: como eu não pensei nisso antes?

deixe seu comentário