O livro de Líbero

Alfredo Nugent Setubal

Editora: Intrínseca

Páginas: 256

Ano: 2020

Sinopse:

Quando o Circo Bosendorf se instala em Pausado - possivelmente a menor cidade do mundo - toda sorte de eventos pode acontecer. Massimo Perim, com seu apurado faro jornalístico, logo envia uma equipe de sua Gazeta ao local para descobrir quais serão as atrações da tão esperada noite de estreia. Seu filho Líbero (de onze anos e autointitulado "redator-repórter-editor-chefe júnior" do jornal) e Rubio (o fiel escudeiro dos Perim) partem rumo à empreitada sem imaginar que aquilo que os espera superará em muito o fantástico de qualquer espetáculo. Mais do que o homem-bala cruzando o ar a toda velocidade. Mais do que o gato caindo do alto da tenda e aterrisando sem erro na almofadinha vermelha. Embora seja um bom leitor, habituado a se perder por horas e horas nas páginas dos seus livros, o menino não reconhece nada de comum na obra que o misterioso homem do circo lhe oferece naquela noite. É uma edição ímpar. Um volume grosso, de capa vermelha, que dá a Líbero a chance de, a cada página virada, ler os eventos de seu futuro, escrito e reescrito em várias versões e possibilidades. Aceitar levá-lo consigo seria tomar para si o roteiro da sua própria vida. Uma escolha que poderá mudar para sempre o destino não apenas de Líbero, mas de todos aqueles que ama e da cidade onde nasceu.

Que pelo menos no papel os sonhos e as mentiras triunfem sem culpa.  (Pág. 111)

Se você ainda não conhece o clube do livro da Editora Intrínseca, clique aqui para saber os detalhes.

Para ler as resenhas anteriores, clique aqui. Esse é o 018. O que eu mais amo é o suspense de qual livro virá, se vou gostar ou não. O Livro de Líbero foi uma experiência incrível e ainda mais por ser de um autor brasileiro.

A história é curta, mas cheia de ensinamentos.

(…) é você quem escreve o livro. É só uma questão, digamos assim, de ter coragem para usar a caneta. (Pág. 96)

Líbero tinha apenas onze anos quando se deparou com a oportunidade de obter o livro que continha toda a sua vida. Se mudasse de ideia, era só fechar e abrir o livro e lá estaria todo futuro de acordo com a mudança. Era aterrorizante e empolgante na mesma medida. Mas um decisão bastante importante para alguém tão jovem.

Não consegui decidir se contar se Líbero aceita ou não o livro seria spoiler, então quero apenas deixar registrado um trecho que encontrei na própria história:

(…) certas decisões deixam sequelas irreversíveis. (Pág. 103)

O livro foi de um aprenzado imenso pra mim. O quanto algumas escolhas podem nos deixar obcecados ao ponto de mudar o rumo das nossas vidas.

O ritmo da leitura é lento, mas não de um jeito ruim. Foi como se me ensinasse que viver é isso mesmo, entender um passo de cada vez.

Cheio de trechos pra nos fazer pensar. É, sem dúvidas, uma das obras que lembrarei para sempre.

O futuro é uma guerra que se ganha nas pequenas batalhas. (Pág. 20)

 

A vida é uma sequência de aleatoriedades frágeis, pequenas sincronizados que ocorreram, mas que poderiam muito bem não ter ocorrido. (Pág. 102)

 

Às vezes, fugir é a atitude mais difícil. E portanto, corajosa. (Pág. 177)

 

(…) parecia encontrar no silêncio uma forma de medicamento. (Pág. 207)

 

(…) preferia a solidão de uma cidade vazia ao vazio de um mundo solitário. (Pág. 218)

 

Os espaços, os lugares têm memória própria, não esquecem – ou pelo menos não nos deixam esquecer. (Pág. 222)

 

As conquistas que meia hora antes pareciam grandiosas tinham minguado diante daquele tropeço emocional. (Pág. 227)

 

Há homens que se perdem para se encontrar.  (Pág. 248)

 

(…) pra começar de novo, verdadeiramente começar de novo, teria que deixar tudo para trás, até mesmo as coisas boas. (Pág. 250)

 

(…) a beleza está justamente em saber que é impossível e ainda assim continuar lutando. E sonhando. (Pág. 253)

Perdoem o show de trechos, mas não pude guardar só para mim.

Recomendo esse livro para todos, principalmente para aqueles que acreditam não ter mais escolhas.

Amei!

Essa edição foi exclusiva para os assinantes do clube Intrínsecos, mas em breve ele estará nas livrarias com a capa oficial.

deixe seu comentário