Perfeccionismo

Amy Baker

Editora: Nutra Publicações

Páginas: 319

Ano: 2015

Sinopse:

O Deus perfeito criou o mundo perfeito e formou um homem perfeito do pó da terra para cuidar de um jardim perfeito. A perfeição humana, contudo, quando foi submetida à prova revelou que, diferentemente da divina, era suscetível ao pecado. O que era perfeito experimentou os efeitos destrutivos do pecado e toda a criação, desse momento em diante, trocou a perfeição pela corrupção. O pecado corrompeu o coração do homem e, consequentemente, seu entendimento de perfeição. O que antes era natural agora é impossível pelos esforços humanos. Gênesis 3 divide entre o antes perfeito e o depois, completamente corrompido e deformado. Uma tremenda crise se instalou no coração do homem que, mesmo alienado da perfeição, completamente corrompido e deformado pelo pecado, redefine perfeição de acordo com o seu próprio entendimento, à parte da pessoa e provisão de Deus, e a reivindica de muitas maneiras. Essa corrupção é denominada perfeccionismo. É o desejo de ser ou ter, à parte da provisão de Deus, aquilo que lhe é impossível. Neste livro a Dra. Amy Baker explora o perfeccionismo com a habilidade de quem trabalha com pessoas há muitos anos. Utilizando diversos casos reais, ela avalia o perfeccionismo e suas implicações pelas Escrituras Sagradas e oferece caminhos bíblicos para uma pessoa que luta com essa área em sua vida. Ela não se propõe apenas a descrever o problema e pontuar as más consequências que acompanham o perfeccionismo, mas em oferecer esperança.

Que leitura incrível!

Conheci esse livro em um devocional do app @youversionpt chamado Desacelere e feito pela @nina.berti. Havia um pequeno trecho que foi o suficiente para me fazer procurar o livro.

Quando vivemos para o deus da perfeição, nossa vida é norteada por tarefas, desempenho e aparências. Ela será um fardo para nós e consequentemente se tornará sem sentido. Deus nos convida a um relacionamento de amor e graça… É graça que nos treina para viver uma vida piedosa, a partir de um coração que ama a Deus, não conforme um sistema de normas que impomos a nós mesmos para nos tornarmos perfeitos.

Descobri que o perfeccionismo é um orgulho disfarçado. Ele não nos deixa lembrar de que com Deus no controle, o fardo se torna leve e esfrega na cara que jamais faremos algo perfeito, por mais que nos esforcemos, muito menos melhor do que Deus. O livro ensina tudo isso no detalhe, com exemplos que despertam identificação. Mudou a forma como me via perante a sociedade. Passei a valorizar mais como me sinto, como Deus me vê e o que Ele espera de mim.

O aprendizado foi imenso e intenso. Recomendo o devocional e o livro.

deixe seu comentário