Sonhei que amava você

Tammy Luciano

Editora: Valentina

Páginas: 296

Ano: 2014

Sinopse:

Ele estava vivo nos meus sonhos. E que sonhos! Mas era pouco. Eu queria ele na minha vida. Uma história cativante e inesquecível, cheia de mistérios e perguntas a serem respondidas. Pode um grande amor existir somente enquanto sonhamos? Kira, aos 22 anos, está apaixonada, vivendo um momento único de amadurecimento pessoal e profissional. Quem é o sedutor garoto que transforma suas noites em poesia e êxtase? Mas, apesar do maravilhoso momento que está vivendo, a garota terá que enfrentar obstáculos e barreiras. Mas sabe que a vida reserva o melhor para o final. Um convite para dar asas à imaginação e aquecer o coração.

Você costuma lembrar dos seus sonhos quando acorda? Já sonhou com algo que acabou se tornando realidade?

Os sonhos são, há séculos, motivo de questionamentos e estudos. Por anos foram tratados como algo místico e de acordo com Freud seriam mensagens do subconsciente. Mas afinal eles tem algum significado?

“Nada é tão nosso quanto os nossos sonhos.” Nietzsche

Como o título sugere, Sonhei que amava você vai contar uma história que tem como tema principal os sonhos e os significados que podemos associar à eles.

Kira é uma jovem de 22 anos, com uma ótima base familiar e vários amigos, leva uma vida sem grandes complicações e, juntamente com sua melhor amiga Lelê, mantém uma loja de móveis, roupas e acessórios, tudo personalizado. Tudo parece perfeito até Kira começar a se sentir incomodada com o fato de nunca ter tido um relacionamento sério e nem mesmo ter se apaixonado, mas essa situação parece prestes a mudar quando ela começa a ter diversos sonhos com um mesmo rapaz. 

“Tudo que você conseguir imaginar é real” Pablo Picasso para Frida Kahlo

Esses sonhos se tornam cada vez mais frequentes e de repente Kira se vê apaixonada por alguém que nem existe, ou pelo menos é o que ela pensa até encontrar, no meio de um acidente, um rapaz idêntico ao dos seus sonhos. Depois desse encontro tão surpreendente, Kira se mantém determinada em conhecer o moço que vem visitando-a em seus sonhos, e descobrir o significado de tudo isso. 

“Eu posso garantir: no final, o que foi sonho foi sonho e o que foi real é pura realidade. Sonho e realidade terão certeza: não viverão um sem o outro.” 

Sonhei que amava você é um romance um tanto diferente dos que estamos acostumados a ler, com uma pegada meio mística. É narrado pela protagonista de forma bastante informal, o que não me agradou muito mas acredito não ser um grande problema. É um livro leve, que começa com um ritmo mais lento mas no decorrer da história tem uma ótima interação entre os personagens.

“Sentia falta de nunca ter vivido coisas que não tinha a menor ideia de como seriam.”

Nessa história os personagens secundários ganham bastante espaço e são muito bem trabalhados. Adorei a ambientação da história, o Rio de Janeiro foi retratado de forma tão linda, que mesmo sem nunca ter ido lá me senti bem íntima dos locais descritos. Outro fato que me encantou foram as diversas referências musicais que recheiam as páginas deste livro, que é o primeiro que leio da autora. Mas ela possui diversos outros títulos publicados, inclusive um deles conta a história de um dos irmãos de Kira.

“Eu sou a que no mundo anda perdida, eu sou a que na vida não tem norte… sou aquela que passa e ninguém vê… sou a que chora sem saber por que… sou talvez a visão que alguém sonhou, alguém que veio ao mundo para me ver e que nunca na vida me encontrou!” Florbela Espanca.

01 Comentário

  1. Marina Mafra29 abr, 2020Responder

deixe seu comentário